A COR DA ROMÃ

Joga no abismo aquilo que tens mais pesado!

Homem, esquece! Homem, esquece!
Divina é a arte de esquecer!
Se sabes elevar-te,
Se queres estar em casa nas alturas,
Joga no mar aquilo que tens de mais pesado!
eis o mar, joga-te no mar
Divina é a arte de esquecer

Nietzsche

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

o corpo em si mesmado




corpo calcário

Busco a primazia do instante nas geografias dos espaços interiores. de bem perto eu chego ao alcance de suas nuances, pardas, amareladas, verdes e rubras... o corpo está aqui para cobrir-se de profundeza, é embalado e embalçamado pela epiderme colada e calcarizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário